domingo, 21 de setembro de 2008

With love, from me to you

Quase acho que poderia ser feliz nessa cidade.
Alguns dos trens do metrô são grafitados (por fora). São lindos parados e são lindos em movimento. Adoro, mas fico com um pouquinho de raiva porque se em algum lugar isso deveria existir era em São Paulo. E um muro lindamente grafitado também salva um prédio clássico do tédio imortal que é ser um túmulo.
Descobri hoje a Cidade Baixa. Já acharia emocionante qualquer lugar do mundo que tivesse esse nome. Quantos mistérios se escondem, quantas mulheres, quantos homens se revelam, no auge de sua fragilidade e vivacidade, num lugar com esse nome? Mas é um bairro bacana, do tipo daqueles que a gente gostaria. Prédios baixos e charmosos, sem o rococó brega das casas coloniais. Árvores de tons diferentes complementam os prédios. Bares abertos o tempo todo. E pessoas de óculos retangulares nas ruas. E o Vinicius que me perdoe, mas fundamental mesmo é o óculos retangular.

Um comentário:

Brunão disse...

Que me perdoem os ovais, mas retangular é fundamental...